13 de novembro de 2008

O Preciosismo de Carlo Ambrosini.

Carlo Ambrosini nasceu em 15 de abril de 1954, na comunidade de Azzano Mella, na região da Lombardia, uma província da Bréscia - Itália.

Ambrosini é roteirista e desenhista de quadrinhos, formado na "Accademia de Brera". Inicia sua carreira no ano de 1976, quando desenha histórias de guerra para a Casa Editoriale Dardo. Trabalha na revista sobre a História da Itália em quadrinhos, de Di Enzo Biagi, e colabora com as editoras Ediperiodici e Mondadori.

Mas é em 1980 que faz seu primeiro trabalho para a Sergio Bonelli Editore (SBE), quando desenha o episódio PELE-VERMELHA, número 26 da primeira série de KEN PARKER. Nesta edição, assim como em A LENDA DO GENERAL, ainda divide os créditos da arte com Ivo Milazzo. Ambrosini passa a ser parte de um pequeno e seleto grupo de desenhistas que trabalharam com Rifle Comprido.

Ambrosini desenhou as edições PELE-VERMELHA (KP 26), A LENDA DO GENERAL (KP 32), CRÔNICA (KP 37), A MULHER DE COCHITO (KP 45), HISTÓRIAS DE SOLDADOS (KP 50 - Episódio Morte em Resaca), A FÚRIA DE NAIKA (KP 52 - Em parceria com Giampiero Casertano), A PRÓPOSITO DE JÓIAS E TRAPAÇAS (KP 56), OS GAROTOS DE DONOVAN (KP 59), e IMMAGINI (história publicada em KP magazine 23), roteiro de Berardi, que narra o encontro de Ken com Daylan Dog, ainda inédita no Brasil.

No ano de 1984, escreveu e desenhou a série Nico Nacchia, que foi publicada na revista Orient Express, e três anos depois inicia seu trabalho em Dylan Dog, onde desenhos vários episódios e escreveu seus primeiros roteiros para o personagem em 1994.




Para a SBE criou o personagem Napoleone, que teve 54 edições numa periodicidade bimestral. Ficou quase sempre no comando dos roteiros e desenhou seis edições desta série.

Cria em maio de 2008 seu mais recente trabalho, Jan Dix. A série provavelmente será constituída por 18 volumes. É fixada na Holanda dos dias de hoje e narra às aventuras de uma crítica de arte.



Lucas Pimenta.-

4 comentários:

Rafael disse...

Adoro os bastidores dos quadrinhos...
vcs deviam falam do processo de criação de cada artista...
desde os roteiristas aos desenhistas.

Abraços

Anônimo disse...

Bela capa esta do Jan Dix.
ótimo desenhista e muito bom na pintura
AMoreira

Roberval disse...

O personagem não está meio a cara do Sean Connery?

Lucas Pimenta disse...

Rafael, temos em mente esse tipo de matéria...
Com um tempo vamos elaborar e colocar no KEN PARKERBlog.

Até então vamos apresentando as pessoas que são responsáveis por dá vida ao nosso Ken. Continue nos acompanhando.

Mario (para o João não reclamar mais, risos...) Eu achei mais a cara do próprio Ambrosini. Olhe o auto-retrato e o desenho da capa...

O que acha?

Abração