25 de março de 2009



Meu nome é Alexandre Ramos Mastrella. Nasci em 1960 em uma cidade chamada Catalão, que fica no interior de Goiás. Minha mãe andou guardando uns rabiscos meus de quando eu tinha uns 6 a 7 anos mas acho que eu já rabiscava antes. Trabalhei em Rádio depois fui para TV, onde trabalhei por anos como locutor, e posteriormente produtor de TV. Vivi em Minas Gerais, Mato Grosso do Sul, Brasília, andei fazendo alguns comerciais em países vizinhos, fiz uns filmes muito ruins e acabei voltando para Goiás onde montei um pequeno estúdio para fazer desenhos animados para comerciais de TV e também para escrever e rabiscar, que é o que eu mais gosto de fazer. E estou aqui, rabiscando, estudando sobre os assuntos que me interessam e possam interessar aos meus trabalhos, e tentando fazer amigos do meio, que também gostem dessas bobagens que a gente faz, mas que dão um prazer danado.

KEN PARKERBlog

9 comentários:

Fabiano disse...

Nem de longe esse ai é KP... mas a idéia do encontro seria boa...

Grimm disse...

Só o nariz "curvado" que saiu um pouco dos eixos, o do Ken é mais "reto".
naquela série "historia do oeste" tem A estória da limpeza que o Earp e o Holliday fizeram pelas bandas de Tombstone.
Realmente seria legal o encontro dos dois, principalmente após o Earp ter deixado a vida de xerife é ter ido se aventurar atrás de ouro pelos cafundós dos EUA.

Anônimo disse...

OBRIGADO GENTE, QUANTO AO NARIZ, É PORQUE O KEN PARKER FOI BASEADO NO ATOR ROBERT REDFORD E ESPECIFICAMENTE NO FILME MAIS FORTE QUE A VINGANÇA QUE TODO AQUELE QUE SE DIZ FAN DE KEN PARKER TEM QUE VER. EU ATÉ FUI BEM GENEROSO QUANTO AO NARIZINHO DELE HEHEHEHE. A SINOPSE DO FILME ESTÁ ABAIXO. ABRAÇOS ALEX.

Jeremiah Johnson não quer nada com a civilização. Atormentado pela guerra, ele decide viver na solidão gelada das montanhas, buscando na vida selvagem a pureza que não encontrou na cidade. Mas seu primeiro inverno é muito mais difícil do que ele havia imaginado. E se não fosse por um velho eremita que o encontra quase morto, ele não teria realmente sobrevivido. A convivência de ambos faz com que Jeremiah aprenda os truques da vida nas montanhas. Agora ele está pronto para enfrentar sozinho a fome, o gelo, os indíos e toda a maravilha da vida numa paisagem intocada pelo homem. As montanhas de Utah foram o cenário ideal para as filmagens desta clássica história sobre a luta e a paixão de um homem pela natureza.

Anônimo disse...

O Alexandre deve gostar muito do Wyatt Earp, porque desenhou ele bem maior do que o Ken Parker, que no desenho está com um sorriso sem graça, parece até que está levando uma "bronca" do Wyatt Earp, além de estar bastante envelhecido.
Quanto ao Kentucky ele fez questão de representar bem o "cão", mas o cano não está de acordo, além de faltar a parte de baixo do conjunto do gatilho, mas nada disso para mim seria importante, se não fosse pelo comentário
"super exigente" dele em relação ao Adauto.

Otávio.

Anônimo disse...

É OTÁVIO VOCE SÓ NÃO PERCEBEU UMA COISA, ISSO É UM ROUGH, OU SHEET MODEL, ISSO FOI FEITO EM 5 MINUTOS COM LÁPIS, PARA DEPOIS SER DETALHADO E FINALIZADO POR HORAS O QUE MOSTRA REALMENTE SEU POUCO CONHECIMENTO SOBRE ILUSTRAÇÕES. QUANTO AO WYATT EARP REALMENTE FOI GRANDE, E O PRINCIPAL, EXISTIU DE VERDADE. E FOI UMA LENDA, NUMA ÉPOCA QUE NEM JORNAIS EXISTIAM DIREITO. JÁ PENSOU? O CARA SER LENDA AINDA VIVO NUM MUNDO SEM COMUNICAÇÃO? TINHA QUE SER BOM DEMAIS NÉ? PESQUISE AMIGO, É MUITO BOM E É A BASE PARA O CONHECIMENTO ABRAÇOS FRATERNOS DO MASTRELLA.

Anônimo disse...

OUTRA COISA IMPORTANTE QUE ME ESQUECI MEU CARO OTÁVIO, PARA TODOS OS QUE GOSTAM DE FARWEST AS ARMAS DEVEM SER IMPORTANTES SIM, POIS SÃO ELAS E SOMENTE ELAS, A DEFINIÇÃO EXATA DO QUE ERA O VELHO OESTE AMERICANO. DESENHAR BEM ESSE DETALHE É OBRIGAÇÃO DE QUALQUER UM QUE SE META A FAZER QUALQUER TIPO DE TRABALHO SOBRE O VELHO OESTE, MESMO FICCIONAL. O PESSOAL DOKEN PARKER É NOTA DEZ POIS JÁ DETECTEI REMINGTONS TANTO NAS VERSÕES MILITARES QUANTO CIVIS, COLTS, UM BELO EXEMPLAR DO STAR QUE O CLINT INCLUSIVE USA NO INICIO DO FILME OS IMPERDOÁVEIS, SEM FALAR NOS MARAVILHOSOS SMITH&WESSON E NO PODEROSO SCHOFIELD. ATÉ UMA VOLCANIC APARECEU. DÁ GOSTO LER KEN PARKER E VER ESSE TRABALHO DE PESQUISA. ATÉ A LINGUAGEM LAKOTA COM SUA TRADUÇÃO FOI USADA EM ALGUNS EXEMPLARES. É COISA DE GENIO. PARA QUEM CONHECE, COLECIONA OBJETOS AUTENTICOS DO VELHO OESTE E PESQUISA HA ANOS COMO EU, É UM PRAZER TER UMA COLEÇÃO DESSAS À DISPOSIÇÃO. SUGIRO VOCE COMEÇAR A PESQUISAR PARA USUFRUIR MAIS DESSAS HISTÓRIAS. UM BOM COMEÇO É A COLEÇÃO DE LIVROS DA TIME-LIFE, FACILMENTE ENCONTRADOS NO SITE DO EBAY. NÃO É PORQUE EU SOU DA TERRA DOS AUTORES NÃO, MAS KEN PARKER É UM CASO EXCEPCIONAL DENTRO DAS HISTÓRIAS EM QUADRINHOS MUNDIAIS. ABRAÇOS MASTRELLA

Anônimo disse...

O Alexandre se permite o direito de ser intolerante e ríspido tanto em suas críticas como em suas defesas, sempre exaltando seus incansáveis anos de pesquisas e seu conhecimento. Fica claro em sua argumentação prepotência e necessidade de convencer-se diminuindo aqueles a quem se dirige, uma clara demonstração de uma personalidade frágil e instável. Não é de se estranhar sua fixação por Waytt Earp, "um gigante capaz de espancar frágeis garotinhos que não se comportaram devidamente segundo um severo código diciplinar". Estou mais do que convencido de que soube interpretar corretamente o que vai através de seu desenho, um verdadeiro "cala-te, menino"!!

Quanto a esse apelo a termos técnicos e explicações óbvias não levam a nada, não passam de ingênua tentativa de encobrir o que está mais que claro, o Alexandre não desenha o bastante para bater tanto no peito.

"Conhece-te a ti mesmo, Homem e chore" - Livro dos Conselhos.

Otávio.

JoguL disse...

Senhores,
para que não sejamos obrigados a moderar ou recusar um comentário, solicitamos que os demais usuários do KEN PARKERBlog sejam respeitados.

Abraços,
João Guilherme.

AMoreira disse...

Opa Alexandre!
Agora me surpreendi!
A verdadeira história do W.E., aquele que realmente existiu, não "bate" com essa imagem que você descreveu não hein?!
Mas não vamos tornar o Blog um lugar de debates.
Abraços a todos