15 de maio de 2008

Maurizio Mantero X Marco Soldi

O que o número 22 da KP Collana West (Edizioni L’Isola Trovata), distribuído em junho de 1987, formato 22 X 28 cm e o álbum de luxo, 23 X 30 cm, lançado em abril de 2004, pelas editoras Lizard (Itália), LIGNE D’OMBRE (França), Norma (Espanha) e Asa (Portugal) têm em comum? LAR DOCE LAR, 30º episódio de Rifle Comprido, texto de Berardi, desenhos de Milazzo.

E em que essas duas publicações diferem? Em suas cores!

A edição da Collana West recebeu as tintas de Maurizio Mantero, braço direito de Berardi, enquanto que o cartonado as pinceladas de Marco Soldi, capista oficial de Júlia. Qual o melhor trabalho? A melhor técnica? Isso é muito pessoal...nós, simplesmente, nos propomos a mostrá-los. Escolham.







  • As capas das edições são de Ivo Milazzo.

KEN PARKERBlog

10 comentários:

Anônimo disse...

Oi JG!

Amigo, o céu do Mantero está belissimo na cena do KP junto ao túmulo do seu irmão menor, mas, no conjunto da obra, prefiro as cores do Soldi, o cara é muito bom. As capas da Julia são um show! A propósito, o nome do Maurizio está com um "A" a mais no título do post.

Abraços,

Sílvio Introvabili

Rafael disse...

Apenas no tumulo do irmão de Ken Mantero ganha!!!
Quero essas revistas!

JoguL disse...

Correção feita, Irmão Sílvio, valeu o alerta!
Soldi tem cores próprias, isto é ele, raramente, usar cores primárias, ele rebaixa o tom das cores e consegue esse efeito pastel, também gosto muito, tanto que quando vi as primeiras capas de Júlia levei um susto, porque utilizo dos mesmos recursos em minhas telas (...risos...). Vou mandar uns exemplos para você e com datas anteriores a Júlia.

Mas apesar das cores mais quentes de Mantero, ele tem bom resultados, por exemplo, a cena que Ken conversa com o pai, durante o jantar, certamente à luz de um lampião, MM consegue um efeito mais apropriado para a ocasião...outro detalhe, mínimo, mas a bainha de Ken (abraçado com os pais) destaca-se melhor cor quente de Mantero. Enfim, dois grandes artistas, embora, como você disse, no conjunto da obra...

Abraço,
João Guilherme.

lisangelo disse...

Soldi. Os desenhos aparecem mais com a colorizacao dele. Achei o outro trabalho muito pesado.

JoguL disse...

Rafael,
se você está mesmo interessado em adquirir essas edições, siga o caminho das pedras:

KP COLLANA WEST 22 ou qualquer material italiano sobre Ken Parker:
www.ebay.it

Álbum LAR DOCE LAR, em português:
http://www.asa.pt/produtos/catalogo.php?id_categoria=457

Ou você pode entrar em contato com a Livraria Virtual do JR (veja nossos Link's), ele é totalmente confiável.

Abraço,
João Guilherme.

JoguL disse...

Olá, Lisangelo!
De fato, as cores de Mantero são mais chamativas, mais quentes, mas ele consegue bons efeitos, também.

Abraço,
João Guilherme.

Guga disse...

Mais difícil do que escolher a colorização preferida, é escolher a capa! As duas são lindas, mas acho que a da Collana West tem mais a ver com a história.

Mas na dúvida, é melhor ter as duas edições. :)

- Guga.

Guga disse...

Mais difícil do que escolher a colorização preferida, é escolher a capa! As duas são lindas, mas acho que a da Collana West tem mais a ver com a história.

Mas na dúvida, é melhor ter as duas edições. :)

- Guga.

Anônimo disse...

"Soldi...sem dúvida empresta um tom quase lírico em sua colorização.
É o melhor.
Cores quentes???? não sei se foi isso, ou foi, ainda, um pouco de falta de
domínio (me perdoem), do processo de colorização nos quadros, porque as duas
capas estão sensacionais, e Mantero deu um show na sua também, que parece
ter sido colorizada com uma técnica diferente.
Abraços.
AMoreira."

JoguL disse...

Grande Irmão!
As duas capas são sensacionais, sim, mas são obras (desenhos e aquarelas) de Ivo Milazzo, veja observação na postagem. Só Milazzo desenhou as capas oficiais de Ken Parker. Tem aqueles ghost's
franceses, espanhóis, turcos...mas esses não contam.

Abraço,
João Guilherme.