30 de janeiro de 2009



Quero, através da minha arte, homenagear não um único herói dos nossos quadrinhos, mas a um grupo de artistas brasileiros que, durante anos, para suprir a falta do material norte-americano, desenhou personagens como o Cavaleiro Negro. Obrigado Walmir Amaral, Milton Sardella, Juarez Odilon, José de Arimathéia e Flávio Colin.

ANTONIO CARLOS MOREIRA é natural de Niterói – RJ. Um mestre na arte do claro – escuro e das hachuras à nanquim, agora se beneficiando dos recursos da Informática. Sempre gostou de desenhar, de preferência, belas e sensuais mulheres. Aos 18 anos, de carona no sucesso de Carlos Zéfiro, desenha, publica e vende “catecismos” (gibizinhos pornográficos famosos nas décadas de 50/70) sob o pseudônimo de Carlos Zorian. Paralelamente ao desenho, trabalha com contabilidade, afinal, artista também tem que comer. O curso de Ciências Contábeis e a pós-graduação em Engenharia Econômica encerram a carreira do artista; por conta de uma multinacional do petróleo, mora em Oklahoma e conhece a maioria das cidades latino-americanas.

Hoje, AMoreira está de volta com suas penas e pincéis de guerra e nos brinda com seus trabalhos maravilhosos, onde não falta a ousadia dos tempos de Zorian. Sua arte, sua vida, sua alegria estão em uma bela entrevista que concedeu ao KEN PARKERBlog em 17 de março de 2008.
http://kenparker.blogspot.com/2008/03/amoreira-arte-do-bem-viver-01-em-poucas.html



KEN PARKERBlog

3 comentários:

Lucas Pimenta disse...

Amora irmão... sensacional essa arte.

E quanto a sua explicação... Parabéns. Bela homenagem, que nós do blog, só temos a agradecer sua participação, mais uma vez.

Grande abraço e obrigado!

Adauto Silva disse...

Muito bom, parabéns,mestre.

José Carlos Francisco disse...

Que dizer desta Arte deveras fantástica onde o preto e o cinza predominam num casamento perfeito?
Simplesmente que está divino e que o pard AMoreira continua a surpreender-me (positivamente é óbvio) a cada nova Arte... por favor Amigo, dentro das suas possibilidades não deixe de nos brindar com este tipo de Artes, sejam de Ken Parker, Tex ou até sensuais mulheres (...risos...)