26 de janeiro de 2009




Criado por Moysés Weltman para o rádio, Jerônimo, o herói do sertão, começou sua trajetória nos quadrinhos em 1957, nos traços de Edmundo Rodrigues, publicado pela Rio Gráfica Editora (RGE) e, no final dos anos 70 (começo dos 80), pela Editora Bloch. Estreou na TV Tupi em 1972, novela dirigida por Benedito Rui Barbosa. Um sucesso que retornaria pelo SBT (Sistema Brasileiro de Televisão) em 1984, com reprise em 1991. Francisco di Franco interpretou Jerônimo nas duas produções. Para desenhar o Herói do Sertão me inspirei no Jerônimo da TV”.


Meu nome é Diêgo Silveira. Faço quadrinhos desde os sete anos (1991). Depois de um curso de desenho e quadrinhos (1998-2002), tenho tentado publicar meus trabalhos no Brasil, EUA, França, Itália, Espanha e Portugal. De 1999 a 2002 colaborei com o fanzine Prancheta e de 2004 a 2005 assisti e ministrei aulas sobre desenho e linguagem das HQs na Universidade Federal do Ceará, pelo projeto de extensão Oficina de Quadrinhos.



KEN PARKERBlog

3 comentários:

Adauto Silva disse...

Bem bolado o encontro e a sutil piada final. Um abraço.

José Carlos Francisco disse...

Diêgo Silveira, que bela composição que a sua arte tem no seu todo... não desgosto das personagens, muito pelo contrário, mas adorei todo o cenário que você construiu tão bem... fiquei (literalmente) minutos observando cada pormenor. Parabéns por ser tão meticuloso!

Lucas Pimenta disse...

Diêgo, parabéns e obrigado por ter nos presenteado com sua arte. Parabéns e não desista dos seus sonhos.

Grande abraço