30 de janeiro de 2008

Com números não se brinca!

A tragetória editorial de KEN PARKER também foi sofrível na Espanha. Aliás, em terras de Picasso, nosso herói foi desconsiderado. Vejamos, em setembro de 1982, a Ediciones Zinco SA, lançou LARGO FUSIL. Ao todo foram 17 números. A cronologia da primeira série italiana, fielmente, respeitada. Concluindo, a coleção espanhola chegou até o episódio A LONGA PISTA VERMELHA, certo? ERRADO!!! Foram publicados 17 volumes, em seqüência, e o último, distribuído em janeiro de 1984, foi BUTCH EL IMPLACABLE. Mais ou menos aquela história de que “dois e dois são cinco”. E o pior, no fim, provaram que 16 pode ser igual à 17. Explico.

Os 10 primeiros números de EL PARKER (a denominação é por minha conta e tem um excelente motivo) saíram, praticamente, no formato bonelliano, com o mesmo número de páginas e a qualidade do papel não ficava a dever.
Restrições: O logotipo não era o oficial e as capas, as piores que já vi.
Inéditas, segundo texto de Marco Gremignai, “Os Quadrinhos Bonelli na Espanha”,
para o site UBC fumetti, tradução do nosso Julio Schneider (
http://www.ubcfumetti.com/international/bonsp_po.htm). Foram publicadas as aventuras RIFLE COMPRIDO, MINE TOWN, OS CAVALHEIROS, HOMICÍDIO EM WASHINGTON, CHEMAKO, SANGUE NAS ESTRELAS, SOB O CÉU DO MÉXICO, GRANDE GOLPE EM SÃO FRANCISCO, CAÇADA NO MAR E TERRAS BRANCAS.

A partir do número 11, mudanças: No logotipo, no formato (24,5 X 17cms.) e no número de páginas, ap
enas 80. Cada episódio de KEN PARKER tem 95 páginas, assim, as histórias passaram a concluir na edição seguinte.

Para justifica
r minha tese, sou obrigado a uma demonstração nada agradável para um leitor que quer se divertir, mas não há outro jeito, portanto, em frente...

...KP 11 publicou 79 páginas de A NAÇÃO DOS HOMENS (95 – 79 = 16); KP 12 (16 páginas de A NAÇÃO DOS HOMENS + 63 de A BALADA DE PAT O’SHANE), KP 13 (32 de A BALADA DE...+ 47 de A CIDADE QUENTE), KP 14 (48 de A CIDADE...+ 31 de RANCHERO), KP 15 (64 de RANCHERO e 15 de HOMENS, ANIMAIS E HERÓIS), KP 16, as últimas 80 páginas de HOMENS, ANIMAIS E HERÓIS, certamente remontadas para 79. Essa edição saiu com o nome MAR DE HIERBA, equivalente ao capítulo VERDES CAMPOS (KP 15 – Tendência).

E dessa forma, BUTCH, O IMPLACÁVEL, perdeu a condição de número 16 e ficou sendo o 17 e, por ironia do destino, como publicaram somente 79 de suas páginas, 16 foram para o beleléu. Os números nunca mentem. Se somarmos 1 + 6, teremos 7. Mas essa é uma outra história...


  • As histórias IL RESPIRO E IL SOGNO e QUACK! Foram publicadas pela revista Cimoc, da Norma Editorial que, em 2003 e 2004, lançou, respectivamente, os álbuns LILY Y EL CAZADOR e HOGAR DULCE HOGAR.

João Guilherme

  • Fonte: KEN PARKER UN UOMO UNA LEGGENDA – Cronaca di Topolinia – Livro 4 – set/2001

Um comentário:

Mateus Albuquerque disse...

NOSSA!!!!!

Que lixo de cronologia o KP teve na Espanha né?