23 de janeiro de 2008

Scotty Long Rifle

KEN PARKER surge na França em 1978, nas páginas da revista Long Rifle – Éditions Aventures Et Voyages (Mon Journal). A publicação, de péssima qualidade, mede 17,8 X 13 cms. Outros personagens bonellianos (Judas, Gil, Lupo Bianco...) dividem as 130 páginas com nosso herói, rebatizado de Scotty Long Rifle. As histórias, remontadas, raramente se concluem numa edição.
As capas nem sempre são dedicadas a Rifle Comprido. Algumas são originais de Milazzo; outras, trabalhos de artistas franceses. A série dura até 1987, 108 números são lançados. Só servem como ítens de colecionador, embora algumas capas sejam interessantes.

A segunda aparição de KEN PARKER em terras francesas, no entanto, resgata a dignidade do herói. A Soleil Editions, em 1992, lança dois álbuns cartonados, medindo 29,5 X 23 cms, papel de alta qualidade, com as histórias HOMICÍDIO EM WASHINGTON e CHEMAKO. São as mesmas versões apresentadas na KP Collana West. Um terceiro volume é anunciado, mas não acontece. As capas são de Ivo Milazzo, inéditas. Me atrevo a considerá-las as melhores edições de KEN PARKER, até hoje.





Em 2003 e 2004, simultaneamente, a Lizard Edizioni (italiana), a Edições Asa (portuguesa), a Norma Editorial (espanhola) e a Ligne D’Ombre (francesa) lançam os álbuns LILY E O CAÇADOR e LAR DOCE LAR, cartonados, 23 X 30 cms., 104 páginas. O retorno de KEN à casa paterna tem as cores de Marco Soldi, capista oficial de Júlia. Já o colorista de LILY...não tem seu nome revelado. Seu trabalho é pesado, predominando tons marrons. Um trabalho inferior ao de Maurizio Mantero, na versão publicada pela KP Collana West. As capas, artes inéditas de Ivo Milazzo.
  • Fonte: KEN PARKER – Un Uomo Una Leggenda – Cronaca di Topolinia – Livro Especial 4 – set/2001

João Guilherme

3 comentários:

Rafael disse...

Agora mais do que nunca eu quero essas edições.
tanto a francesa,q aunto a portuguesa.

Rafael

JoguL disse...

Oi, Rafael!

Se você pensa em adquirir LILY E O
CAÇADOR e LAR DOCE LAR, sugiro as
edições portuguesas, afinal, são
idênticas às italianas, francesas e
espanholas. Agora, os álbuns da
Soleil Editions são, realmente, magníficos. Vale ter, pelo menos,
um.

Abraço,
João Guilherme.

João - Floripa disse...

Prezados, tenho para venda exemplares para venda destas edições coloridas, valor R$ 220,00 mais o frete no valor de R$ 20,00.